ODS 3 - Saúde e Bem-Estar

Conheça abaixo os embaixadores que trabalham principalmente com o ODS 3!

 

Dennyse Adelia de Sousa

Edição: 2019, Belém, PA

Dennyse é residente no bairro da Cabanagem (Belém, PA) e cursa Enfermagem na Universidade da Amazônia (UNAMA). A jovem participa da Rede de Mulheres Negras e integra a Rede de Ciberativistas Negras, atuando em ações e campanhas para combater o racismo epistêmico através de páginas na internet. Além disso, Dennyse tem articulação social e advocacy na temática de prevenção à violência obstétrica. A jovem líder reconhece no Programa Embaixadores da Juventude a oportunidade de difundir informações sobre gênero e raça em seu bairro, ultrapassando o viés acadêmico das temáticas.

 

Fabricio Oliveira Pacheco

Edição: 2019, Belém, PA

Fabricio, residente em Macapá (AP) é estudante de Nutrição pela Faculdade Estácio de Macapá. O jovem faz parte da Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/AIDS desde 2013, além de atuar como mobilizador social em um projeto sobre Tuberculose no Sistema Prisional brasileiro. Fabrício também atua no movimento global "Spark", que trabalha com jovens líderes na luta contra o HIV/AIDS em todo o mundo. Para ele, participar do Programa Embaixadores da Juventude é uma importante oportunidade para que o jovem possa seguir atuando em redes de apoio às pessoas vivendo com HIV, agora também na posição de apoiador dos ODS.

 

Felipe Paixão

Edição: 2017, Brasília, DF

Atualmente reside em: Macapá, AP

Felipe é amapaense, tem 25 anos e é graduando do Curso de Licenciatura e Bacharelado em Enfermagem pela Universidade Federal do Amapá (UNIFAP). Ativista do movimento de saúde, acredita na equidade como instrumento de inclusão social nos serviços públicos de saúde e no fortalecimento do Sistema Único de Saúde como política de Estado. Fez parte da primeira gestão do Conselho Municipal de Juventude de Macapá e da reativação do Diretório Central dos Estudantes da UNIFAP. Além do Embaixadores da Juventude, também participou de outras atividades de formação, como o Curso de Formação de Jovens Lideranças (MS, UNAIDS, UNFPA, UNESCO e UNICEF), o Projeto Piloto Close Certo (MS) e o Curso de Orçamento Público, Advocacy e Negociação para jovens Lideranças (UNAIDS). Hoje mora no Amapá, onde pretende aplicar atividades relacionadas a prevenção do HIV/Aids, Hepatites Virais e outras IST's.

 

Gyovanna Correa Barata

Edição: 2019, Belém, PA

Gyovanna reside em Jurunas, Belém (PA) e é uma importante articuladora de projetos científicos e de movimentos sociais. Participa da Liga de Neurociências da UFPa, além de grandes movimentos sociais de protagonismo juvenil, como o "ImagineSUS", voltado a melhoria e defesa da saúde pública, onde coordena o grupo de estudos de Saúde Mental. É também cofundadora do Projeto Malala, cujo objetivo é prover apoio pedagógico a crianças na região, bem como é voluntária do Projeto Engajamundo e do grupo Greenpeace. Gyovanna reconhece sua filosofia de vida na proposta do Programa Embaixadores da juventude, sobretudo na importância à universalização, da equidade e da integralidade da saúde e do bem-estar, representados pelo Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 3 (Saúde e Bem-Estar).

 

Nathália Moreira Barbosa Campos

Edição: 2016, Brasília, DF

Atualmente reside em: Toscana, Itália

Graduada em Psicologia pela Universidade de Brasília, cursa Mestrado em Direitos Humanos e Gestão de Conflitos na Scuola Superiore Sant'Anna em Pisa, Itália.  Foi bolsista pela CAPES, no projeto de mobilidade acadêmica em Moçambique com foco em saúde mental, família, HIV/AIDS e políticas públicas. Tem interesse em temas relacionados à educação para a paz, a direitos humanos, a políticas públicas de saúde e descolonialidade. Teatro é o seu amor mais antigo e crê no uso da arte como meio de denúncia e de empoderamento frente às injustiças do mundo.

 

Raphael Santos Sande

Edição: 2016, Brasília, DF

Edição: 2017, Salvador, BA

Atualmente reside em: Aracaju, SE

Raphael é baiano e tem 26 anos. É formado em Odontologia pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP) e é especialista em Metodologia e Docência do Ensino Superior- FTC, Residente no Programa Multiprofissional de Saúde do Adulto e do Idoso pela Universidade Federal de Sergipe-UFS. Trabalha com temas que permeiam a Educação e a Saúde com interface no fazer social.

 

Welliton Werveson Pereira de Souza

Edição: 2019, Belém, PA

Welliton é estudante de Fisioterapia pela Universidade do Estado do Pará (UEPA) e residente no bairro de Barreiro, em Belém (PA). Atualmente participa de programa de estágio na área de Fisioterapia ambulatorial e hospitalar. Welliton desenvolveu projeto de atendimento gratuito a pessoas transexuais, oferecendo tratamento para pessoas com problemas sexuais e uroginecológicos advindos do processo de adequação de gênero. O jovem destaca que o Programa Embaixadores da Juventude ofereceu um importante arcabouço teórico e prático para fortalecer seu ativismo social de forma mais consistente.

 

Para conhecer mais embaixadores, clique em outro ODS, ou clique aqui para retornar à página inicial do projeto!