TERMO DE REFERÊNCIA

Assistente de Projeto

Modalidade e nível contratual: Service Contract – SB3/4

Salário Mensal: 6.639,42*

*Para além desse valor, a pessoa que ocupar o cargo recebe montante adicional para contribuição de seguridade social (INSS). Seguro saúde internacional CIGNA também é incluso como benefício da vaga.

Duração do contrato: 6 meses 

Projeto relacionado: GLOG32 – Fundos HIV

Supervisão Oficial: Assistente de Projeto

Idiomas necessários: Português e Inglês, Espanhol é um diferencial.

Local de atuação: Aracajú - SE

Prazo para candidaturas: Até 23h59 (horário de Brasília) do dia 01 de agosto de 2021.

1.   OBJETIVO

Conduzir processo de seleção de pessoa para assumir o posto de Assistente de Projeto, em conexão à implementação dos projetos do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) no Brasil.

2.   CONTEXTO ORGANIZACIONAL

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) implementa medidas que refletem as três convenções internacionais de controle de drogas e as convenções contra o crime organizado transnacional e contra a corrupção.

O UNODC trabalha em parceria com o Governo brasileiro desde 1991, no marco das prioridades nacionais na prevenção do crime, no problema mundial das drogas tanto quanto à oferta quanto à demanda e no combate à corrupção.

A pessoa selecionada atuará apoiando a implementação de iniciativas do UNODC no Brasil relacionadas aos temas de acesso ao tratamento, reabilitação e reintegração social de pessoas com transtornos associados ao uso de drogas, bem como das ações de prevenção, tratamento e cuidado em relação ao HIV e as hepatites virais, garantindo que ocorram de acordo com o mandato da organização e as pactuações feitas com as contrapartes.

3.   PRINCIPAIS ATRIBUIÇÕES E OBJETIVOS ESPERADOS

A pessoa que assumir o posto de Assistente de Projeto desempenhará as seguintes funções:

  • Auxiliar a implementação de atividades relacionadas aos temas de acesso ao tratamento, reabilitação e reintegração social de pessoas com transtornos associados ao uso de drogas, bem como das ações de prevenção, tratamento e cuidado em relação ao HIV e as hepatites virais do UNODC no Brasil, assegurando a qualidade nas entregas feitas;
  • Apoiar a elaboração de documentos relevantes de projetos do UNODC Brasil, desenvolvidos a partir de contribuições recebidas da equipe do UNODC, de parceiros e de contrapartes;
  • Identificar problemas e questões relacionados aos projetos do UNODC no Brasil e engajar com demais integrantes da equipe para iniciar ações corretivas, assegurando ações de acompanhamento e aprimoramentos necessários;
  • Estabelecer e manter relacionamentos com parceiros e contrapartes do UNODC no Brasil, de forma a garantir uma boa relação e a satisfação de pactuações realizadas;
  • Participar e apoiar missões de campo de forma a conduzir atividades dos projetos do UNODC e/ou engajar com possíveis novos parceiros;
  • Auxiliar na interlocução com outras seções do UNODC Brasil, do UNODC Viena, de outros escritórios de campo e de outras instituições do sistema ONU, para apoiar a implementação de iniciativas em conjunto e/ou levantar insumos para realização de atividades dos projetos;
  • Colaborar com atividades de pesquisa, análise e monitoramento de melhores práticas no que concerne os temas de acesso ao tratamento, reabilitação e reintegração social de pessoas com transtornos associados ao uso de drogas, bem como das ações de prevenção, tratamento e cuidado em relação ao HIV e as hepatites virais;
  • Participar e apoiar a realização de reuniões de gerenciamento de projeto e de trabalho;
  • Engajar com a equipe de Operações do UNODC no Brasil para execução de processos de compra e recrutamento;
  • Assessorar tecnicamente a implementação de Projeto Piloto na área de prevenção ao HIV/Aids e outros agravos junto ao público atendido pelos serviços penais disponíveis no estado de Sergipe: Serviço de Atendimento à Pessoa Custodiada, Central Integrada de Alternativas Penais e o Escritório Social;
  • Acompanhar os profissionais dos Serviços Penais de Sergipe para mapeamento dos atendimentos realizados e a abordagem de HIV/Aids e outros agravos;
  • Elaborar documentos técnicos para gerenciamento, monitoramento e avaliação do Projeto Piloto de HIV, de acordo com supervisão recebida, sobre o estado de Sergipe;
  • Manter-se atualizado (a) sobre os desenvolvimentos técnico-científicos na área de IST, HIV, hepatites virais e TB e outros agravos e transmitir novos conhecimentos aos parceiros;
  • Organizar e realizar os treinamentos com os/as profissionais dos Serviços Penais, bem como da rede de proteção social, com elaboração de relatórios de acompanhamento e avaliação posterior, a partir da supervisão de técnico nacional;
  • Organizar e realizar encontros de sensibilização com atores-chave nas políticas de prevenção estadual e municipal que serão mapeados que possam contribuir para o fortalecimento do Projeto Piloto;
  • Promover a articulação necessária e fomentar a criação ou qualificação de fluxos de referência e contrarreferência entre os entre os serviços penais e a rede de serviços de atenção aos agravos como HIV, outras IST, hepatites virais e tuberculose;
  • Demais tarefas, quando solicitadas pela supervisão.

4.   INDICADORES DE AVALIAÇÃO DE PERFORMANCE

O trabalho da pessoa selecionada para o posto será avaliado a partir da capacidade e qualidade em realizar as atribuições e objetivos indicados na seção acima. Em seus dois primeiros meses de trabalho, será realizada reunião com seu/ua supervisor/a direto/a, com a finalidade de alinhar essas atribuições e quaisquer outros resultados esperados. O momento será utilizado também para familiarizar a pessoa contratada com os mecanismos e critérios de avaliação de performance. Reuniões subsequentes, a cada seis meses, serão feitas para discutir e avaliar o progresso feito. Decisões sobre possíveis renovações contratuais poderão ser tomadas a partir dos insumos vindos dessas reuniões.

5.   COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS

  • Integridade

  • Profissionalismo

  • Respeito à diversidade/igualdade de gênero

  • Trabalho em equipe

  • Planejamento e organização

  • Comunicação

  • Atenção e conhecimento tecnológico

  • Responsabilização (accountability)

  • Criatividade

  • Orientação para o cliente

  • Comprometimento com aprendizado contínuo

6.   QUALIFICAÇÕES

Obrigatórias

  1. Graduação concluída na área de Ciências Humanas ou Ciências Sociais, ou áreas afins;

  2. Nacionalidade brasileira ou autorização legal para trabalhar no Brasil;

  3. 5 anos de experiência em temas relacionados à prevenção, diagnóstico, tratamento e cuidado em HIV;

  4. Domínio do português e do inglês.

Diferenciais

  • Experiência profissional junto ao sistema penal, na área de redução de danos ou de atuação voltada à população em situação de rua;

  • Domínio do espanhol.

7.   COMO SE APLICAR PARA O POSTO

Pessoas interessadas terão até 23h59 (horário de Brasília) do dia 01 de agosto de 2021 para:

  1. Enviar carta de motivação e formulário P11 para o e-mail unodc-brazil.recrutamento@un.org com o assunto “Assistente de Projeto – [NOME DA PESSOA]”.

    1. a carta de motivação deverá ter no máximo 1 página. O arquivo deverá ser nomeado de acordo com o seguinte modelo: “Carta - seu nome e seu sobrenome”;

    2. o formulário P11 deverá ser enviado necessariamente seguindo a versão do documento que pode ser encontrada clicando aqui;

    3. o formulário P11 deve ser preenchido por completo e assinado ao final. O arquivo deverá ser nomeado de acordo com o seguinte modelo: “P11 - seu nome e seu sobrenome.

  2. Responder o formulário de inscrição que pode ser acessado clicando aqui.

Dentre as candidaturas válidas de acordo com as qualificações obrigatórias, uma lista curta de pessoas que melhor pontuem conforme as qualificações diferenciais poderão ser convidadas a participar de avaliação de conhecimentos e de entrevista, em dias e horários a serem posteriormente sugeridos e informados pelo UNODC.

Observações finais

Confirmações de recebimento de inscrições não poderão ser disponibilizadas.

Apenas as pessoas qualificadas para as fases de avaliação de conhecimento e de entrevista serão contatadas. Caso não receba comunicação nossa em até 60 dias após o prazo de inscrições, considere que sua candidatura foi desqualificada no processo.

Este posto requer dedicação exclusiva às suas funções. Quaisquer intenções de acumular outras atividades com o posto a que se refere esta seleção deverão ser notificadas ao UNODC, cabendo a esta organização em conjunto com outras instituições pertinentes definir se admitem a sobreposição de trabalhos. Isto se aplica para atividades remuneradas e não remuneradas.

Nas Nações Unidas, a consideração primordial no recrutamento e contratação de funcionários é a necessidade de garantir os mais altos padrões de eficiência, competência e integridade, levando em consideração a diversidade geográfica. Todas as decisões de emprego são tomadas com base nas qualificações e nas necessidades organizacionais. As Nações Unidas estão comprometidas em criar um ambiente diverso e inclusivo de respeito mútuo. As Nações Unidas recrutam e empregam funcionários independentemente de identidade de gênero, orientação sexual, raça, religião, cultura, etnia ou deficiência. Pode ser fornecida acomodação razoável para pessoas candidatas com deficiência para apoiar a participação no processo de recrutamento, quando solicitado e indicado na inscrição.

O Secretariado das Nações Unidas está comprometido em alcançar equilíbrio de gênero 50/50 em sua equipe. Por este motivo, candidatas são fortemente encorajadas a se aplicar a esta posição.

O UNODC não tolera exploração e abuso sexual, qualquer tipo de assédio, incluindo assédio sexual, e discriminação. Todos as candidaturas selecionadas serão, por conseguinte, submetidas a rigorosos controles de referência e de antecedentes.

O trabalho poderá ser realizado remotamente, em virtude da pandemia de Covid-19, de forma transitória, até que as atividades de trabalho presencial a partir do escritório do UNODC sejam retomadas no Distrito Federal.